segunda-feira, 25 de agosto de 2008

...Talvez...


É como se eu não soubesse mais quem sou, o que quero, para onde vou. Meus caminhos andam me levando a somente um lugar, o mesmo do qual tenho tentado fugir. Talvez eu não seja tão boa assim para conseguir, mas de qualquer forma vou tentando.
Os dias que antes eram dias agora são apenas mais alguns dias, me sinto perdida, confusa, sozinha...
Talvez eu precise de coisas fúteis para me alegrar, mais é somente um talvez...
Assim como amanhã talvez chova... talvez eu ria ou talvez eu chore, é apenas um talvez...

17 comentários:

Jana disse...

ai que indecisão... fiquei confusa...

coisas futeis ajudam, sempre


beijos

Dan disse...

É, acho que o meu post de hoje do Ménage ajuda a responder seu post de hoje!
Procure motivos pra ser feliz hj... Não importa o que, mas sempre tem alguma coisa que ajuda a melhorar o nosso humor, nosso dia...
Beijocas

Jardineiro de Plantão disse...

Assim como amanhã talvez chova... talvez eu ria ou talvez eu chore, é apenas um talvez...

Tamanha indecisão ... melhor estar sol... melhor rir ... e Talvez se encontre no emaranhado das incertezas.

Abraço

BiaHh disse...

Aiiii Theee... eu ia te falar pra não se sentir assim, mais eu to do mesmo jeitooo... "/


eeu queria estar mais alegre também... mais nada me alegra... "/


bjoooooo e melhoras ;*

Junkie careta disse...

"Tem dias que a gente se sente, como quem partiu ou morreu,a gente estancou de repente,ou foi o mundo então que cresceu?
(Chico buarque)

Uma hora ou outra baby, todo mundo se sente assim.

Isso passa.

Grande abraço

Monique Lôbo disse...

Só de tentar você ja mostra o quanto é capaz, e isso não é um talvez,é uma certeza!
E se você precisar de coisas fúteis para se animar,que seja, e se amanhã chover,que chova,você vai sorrir!É outra certeza!!
Ânimo!!!!

Bjusss

Sentimental ♥ disse...

Lindinha, tmb me sinto assim, estou fugindo de uma coisa e todos os meus caminhos e atalhos levam pro mesmo lugar. Sabe o q percebi? Não adianta fugir, temos q encarar os fatos e resolver tudo, doendo ou não... beijos

Dois Rios disse...

Minha linda,

O "talvez" é só uma desculpa que arranjamos para não definirmos o que nos incomoda, e a fuga é uma tentativa em vão de evitarmos a dor.
Não são as coisas fúteis que irão alegrá-la, mas sim as suas certezas. Busque-as!

Beijo carinhoso,
Inês

.Ná. disse...

Essa confusão é bem coisa do ser humano. Quem não fica um pouco confusa todos os dias que atire a primeira pedra!
Beijos

Diego disse...

Também concordo com a jana. Coisas futeis ajudam sempre! rsrsrs Vá ao cinema assistir um filme bem leve, coma no mcdonalds tudo o q tenha direito, depois compre uma roupa super bonita. Vc com certeza vai se sentir melhor depois disso...

Beatriz disse...

Há dias assim em que olhamos o mundo com olhos indecisos, sem saber que rumo tomar, pois tudo nos parece vazio de expressão, as coisas parecem não estar nos seus devidos lugares.

Muitas vezes os conselhos dados pelo Diego (compras, cinema, lanches), passatempos que nos desanuviam a cabeça e desestressam o corpo, ajudam a esperar o tempo colocar as coisas nos seus devidos lugares. Já fiz isto muitas vezes (rs). Claro que depois chega-se à conclusão de que não era o caminho a ser seguido.

Mas acredito que teu texto fale muito mais do que aquilo que superficialmente retiramos para uma primeira resposta. Ele fala de uma situação em que no fundo sabemos o que queremos, mas por vários motivos nos recusamos a admitir, a aceitar, e como os caminhos (os pés) são sábios e procuram obedecer sempre a nossa vontade maior, acabam nos levando para lugares do qual ‘pensamos’ que queremos fugir. Continue tentando, amiga, mas há de chegar um momento em que não poderás mais evitar e então terás a certeza de que é chegada a hora do confronto que agora tanto temes. Quem sabe este lugar de que estás a fugir seja justamente o lugar do teu destino?

De qualquer forma, deixo-te flores e estrelas para enfeitar teus passos, sorrisos para alegrar tua alma, e um beijo no teu coração, no desejo de que as incertezas logo se desfaçam e voltes a encontrar o teu lugar ao sol.

Ju disse...

a gente nunca sabe né?
=)

Pri, prazer disse...

Thefynha, brigadão pela força e pelos elogios viu? Também agradeço muito por ter conhecido aqui pessoas como vc. De tarde te passo certinho como colocar o banner no blog. E sobre seu post, eu pensei: que graça teria a vida se realmente soubéssemos pra onde estamos indo? Onde ficariam as surpresas, ruins mas também boas?

Beijo enorme Thefy, boa semana ;*

Do Jeito Que Eu Sou disse...

as vezes é preciso uma pitadinha de egoismo......os passos mais importantes que damos na vida é aquele em direçao a nos mesmos...
grande bju

João da Silva disse...

Este texto merecia ser traduzido para várias línguas, para ser lido por vários povos. É uma obra de arte da emoção, da inteligência, da forma, do conteúdo, de tudo...
Lindo! Linda! Beijos!

*** Cris *** disse...

Às vezes temos essa impressão, de não sabermos quem somos,mas sempre achamos uma boa saída pra isso...
Um abraço!!!

lyani disse...

Lindo!
Adorei...
Bjos,
Ly