quinta-feira, 16 de outubro de 2008

...Você é...



Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava. Você é os nervos à flor da pele no vestibular, os segredos que guardou. Você é a praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema. Você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai. Você é o que você lembra.

Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas. Você é o que você chora.

Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pêlo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta. Você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo. Você é o que você desnuda.

Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar. Você é o desprezo pelo o que os outros mentem, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá. Você é aquele que rema, que cansado não desiste, você é a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta. Você é o que você queima.

Você é aquilo que reinvidica, o que consegue gerar através da sua verdade e da sua luta. Você é os direitos que tem, os deveres que se obriga. Você é a estrada por onde corre atrás, serpenteia, atalha, busca. Você é o que você pleiteia.


Martha Medeiros

...

Ultimamente uma revolução vem acontecendo em minha vida, voltei a morar na casa dos meus pais, com meus irmãos e uma fofura que é nossa vida, minha afilhada linda (e suuuuper danada..rs) Mudei de emprego, no mesmo ramo e empresa, mas função diferente e responsabilidade muito maior.

Tantas mudanças me fazem refletir sobre a vida, o que eu fiz, o que tenho feito, o que será daqui em diante, quero mais, vou conseguir...

Tanta coisa vem em minha mente, o passo seguinte tende a ser mais firme...é o que quero...

Mas infelizmente o que não muda em minha vida é a inveja alheia, Deus do Céu, quanto mais rezo mais assombração me apareçe.

Eu não sei se EU que estou errada, ou se é o mundo à minha volta...será que é tão difícil desejar o bem ao próximo?? Ao menos para mim é super fácil... Não consigo ser falsa ou hipócrita, falo na cara o que penso, deixando de gostar de mim ou não, o mais importante é ser verdadeiro, então fico analizando o quanto eu incomodo, (caramba...muuuuito...rs).

Acho que o brilho realmente ofusca os olhos alheios...enquanto isso vou vivendo minha vida, feliz, realizando e conquistando mais a cada dia, ao lado de quem amo e admiro..

É assim a vida, enquanto uns esbanjam felicidade, outros se remoem por dentro, por não terem a mínima capacidade de chegar aonde você chegou...

...Porque somos a vida que levamos, com nossos erros e acertos, qualidades e defeitos, sorrisos e lágrimas...


P.s. Penso, logo, surto!!!!!!






14 comentários:

Vaninha® disse...

Cara...inveja é uma merda mesmo...aofro isso minha vida inteira...ninguém merece mesmo...
Bjs grandes.

Dama de Cinzas disse...

Post muito legal, mas o final foi tudo de bom!

Penso, logo surto! Vou plagiar isso... ahahah

Beijocas

MELISSA S disse...

Eu ADOREI esse texto... Muito bonito mesmo. Eu diria só mais uma frase: "a gente tb é aquilo que não escolhe". Beijos

João da Silva disse...

Ei, sumida, como ficam os que têm saudades de você?
Mudanças para melhor: ótimas!
Inveja alheia não deve abalá-la. Se você é capaz, se se distingue da média, há-de ser invejada pela vida toda, e vai ter de aprender a conviver com isso. Problema deles, os invejosos.
Adorei seu texto (como adoro todos), de reflexão intensa e profunda.
Beijos, linda, muitos e carinhosos, do João

Biia (: disse...

Oiiiiiiiiiiii Thefy.. quanto tempo nee?? Vc tinha dado uma sumidinha, mais que bom que ta tudo mudando na sua vidaa ;D


Beeeeeeeeeeeeijoss

Mariana Valente disse...

Fico feliz pelas mudanças na sua vida... e a inveja das pessoas é indicio de que estamos conquistando tanta coisa boa que as pessoas querem o mesmo...
Amei o texto!

beijos da Mari

Canto da Boca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto da Boca disse...

É isso, temos que mudar para continuarmos os mesmos... Obrigada pela visita, vá sempre que quiser, será um prazer. Gostei tb de vir aqui.
Beijinhos, flor!
:D

Vaninha® disse...

Mudou o endereço
www.vaniaregina.blogspot.com

Assim que sou disse...

Tem uma frase do T.S. Elliot que uso sempre e que, de certa forma, resume o que gostaria de te dizer: somos tudo ao mesmo tempo agora. Somos seres erráticos mesmo, a buscar nossa vocação que andar prá frente. Nem sempre melhor, nem sempre bom, mas prá frente. E olhe que acredito realmente em períodos sabáticos, onde é preciso gramar o que for necessário para lá na frente, não sei se porque quero ou se porque desejo, a nuvem se dissipar e voltarmos a ver com olhos cristalinos. E acho realmente que não é inveja, mas admiração que incomoda. Prefiro sempre pensar assim. Acho que me faz menos mal.

bjs. Veronica

Do Jeito Que Eu Sou disse...

oi Thefy, tenho andado meio sumidinha,sem muito tempo.....algumas mudanças que torna a correria do dia a dia um tanto mais desgastante, tendo infelizmente que priorisar um monte de coisas q me fazem menos feliz q esta por aqui...
amei o texto, tudo por aqui continua lindo e muito verdadeiro...saudades imensas....me identifico muito, pra falar a verdade minha vida tb tem essas de inveja, falsidade, mas temos que sermos mais forte do que a pressao negativa dos nossos semelhantes.
grande bju com o carinho e admiraçao de sempre

Beatriz disse...

Mereces as conquistas que tens feito, amiga, e aos invejosos... indiferença! Sempre haverá alguém insatisfeito com o sucesso alheio.

Ficou linda a tua postagem, o teu desabafo, mas o brilho das tuas realizações ficou muito maior. Parabéns por tudo, meu anjo! Que teus caminhos estejam sempre assim, floridos!

Fica um raio de luar nos teus sonhos e um beijo no coração!

Anna Oh! disse...

O texto da Martha Medeiros é lindo! Não conhecia...
e é de tamanha sabadoria, pq a gente não é nada além do que "fazemos com o que fazem de nós", como diz Sartre...
então, a gente se constrói a partir do q vive e escolhe viver. Às vezes essas escolhas implicam em mais responsabilidades, adaptações, e até essa tal inveja; mas não ligue pra isso, é o de menos. O q te faz ir pra frente é vc, não os olhares alheios.

Bjões

chaverdecomlimao disse...

Lindooo! Amo a Martha Medeiros! Uma ótima semana, cheia de sol, amor, coisas boas! Beijos!